• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • abril 2016
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

InformANDES na UFRGS, nº 35, 13/04/2016.

PAUTA:

1-Nesta quinta-feira, dia 14: Atos unitários contra o PLC 257/2016 – Ato Nacional em Brasília e Ato em Porto Alegre.

2- Cultura, Educação e etc. em Debate: nesta quinta-feira, mesa “Educação pela Experiência.

3-Nesta quinta-feira, mesa “Educação pela Experiência Democrática”.

1-Nesta quinta-feira, dia 14: Atos unitários contra o PLC 257/2016 – Ato Nacional em Brasília e Ato em Porto Alegre

O que significa o Projeto de Lei Complementar (PLP) 257

A profª Olgaíses Maués, diretora do ANDES-SN, explica: “Os ataques, que antes eram fatiados, agora estão concentrados no PLP 257, que representa a destruição dos direitos dos servidores e dos serviços públicos, por isso tem impacto tão grande”.

Em vez de auditar as dívidas, reduzir o endividamento e de ampliar a arrecadação de impostos taxando as grandes fortunas, o que o governo está fazendo é jogar todo o ônus da crise nas costas dos servidores.

Contra o PLC 257, esta quinta-feira, dia 14, é Dia Nacional de Luta

No dia 14 (quinta-f.), servidores de todo o país realizarão mobilizações, com manifestação nacional e com atos nos estados, para denunciar também à sociedade os riscos do projeto.

-Em BRASÍLIA, de manhã, : Ato Nacional, com concentração a partir das 9h, no anexo III da Câmara dos Deputados, e ações no Congresso Nacional. A Seção Sindical/UFRGS será representada pela profª Elisabete Búrigo (MAT e diretora da Seção).

-Em PORTO ALEGRE, de tarde: várias categorias de servidores vão concentrar, às 16h, no pátio da Faculdade de Educação (Campus Centro); depois, caminhada até o Centro e Esquina Democrática .

Eixos centrais do Ato: Nenhum direito a menos! Abaixo o Ajuste Fiscal, o PLC 257 e a contrarreforma do Estado! Em defesa do Serviço Público!

Quem convoca: o Fórum/RS dos Servidores Federais, junto com outras entidades de servidores estaduais e municipais.

Compareça!

Entidades de servidores das três esferas realizam a unidade contra o PLC 257

O Dia Nacional de Luta de 14/04 é fruto da unidade das diferentes categorias nas três esferas de Estado e da maioria das centrais sindicais, como a CSP-Conlutas, CUT, CTB, Intersindical, NCST.

As medidas atingem os servidores das três esferas. Essa unidade é, portanto, extremamente importante.

Assufrgs convoca, para os dias 14-15, paralisação de 24 horas para debater Paridade e o PLC 257

Os funcionários técnico-administrativos da UFRGS, IFRS e UFCSPA realizam uma paralisação entre às 14h de 14/04 e às 14h de 15/04 para debater sobre a paridade nas instituições e o PLC 257/2016, que ataca direitos fundamentais dos trabalhadores, principalmente do setor público.

Continuidade

Em Brasília, no dia 14, no período da tarde, será realizada reunião ampliada dos servidores estaduais, municipais e federais para definir novas ações contra o PLP 257/16. A continuidade de ações deve ser imediata, pois, como o PLC 257 tramita em regime de urgência, o prazo máximo p/ sua votação é curto: até o início de maio!

O que o ANDES-SN propõe para enfrentar a crise: auditar as dívida pública, reduzir o endividamento, ampliar a arrecadação de impostos taxando as grandes fortunas. Os assalariados e demais trabalhadores não devem pagar o ônus da crise!

Saiba mais sobre o PLC 257

A Seção Sindical abriu, em seu site, um espaço reunindo diversos textos e matérias informativos sobre o PLC 257/2016: leia AQUI ou aqui: Não aos cortes e ao PLC 257/2016.

Os três últimos textos postados são:

-Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP): Novo ataque aos servidores no plano de auxílio aos estados

-Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (FONASEF): Em defesa dos serviços públicos de qualidade para a população e dos direitos dos funcionários públicos!

-Sintrajufe/RS: Golpe nos trabalhadores: em meio à crise, governo anuncia novas medidas de ataque ao funcionalismo

EM TEMPO: na última segunda-feira, dia 11, ocorreu uma Audiência Pública, na Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado, para discutir os impactos do Projeto de Lei Complementar (PLP) 257/2016, do Executivo, para os servidores públicos federais, estaduais e municipais. O próximo boletim trará uma matéria a respeito. O relato da referida reunião encontra-se em: Entidades sindicais cobram derrubada do PLC 257/2016 em audiência no Senado

2-Cultura, Educação e etc. em Debate: nesta quinta-feira, mesa “Educação pela Experiência Democrática”

A Faculdade de Educação (FACED) da UFRGS promove, nesta quinta-feira, dia 14, às 10h30min, a mesa “Educação pela Experiência Democrática”, com a finalidade de discutir os desdobramentos no campo educacional da atual conjuntura política.

A mesa, que ocorre na sala 102, será composta pelos professores Felipe Gonçalves Silva, do Departamento de Filosofia, e Fernando Seffner, da FACED, e pela estudante, representante do diretório acadêmico do curso de Pedagogia, Paula Lima.

Fonte: “Educação pela experiência democrática “ é tema de debate

Na última terça-feira, 12/04, às 14h, ocorreu a “Aula Aberta Memória Musical Kaingang”, no Auditório do ILEA (Campus do Vale da UFRGS).

O evento debateu a preservação e difusão da memória Kaingang através da música. Contou com a presença dos músicos Felipe da Silva (Rẽtón), João Carlos Kanheró (Kasu) e Zílio Salvador (Jagtyg), que interpretaram músicas do CD “Kanhgág ag vi ymã mág ki – Vozes Kaingang na Aldeia Grande”.

Propriedade intelectual do povo indígena Kaingang, o CD “Kanhgág ag vi ymã mág ki” é uma combinação de cantos tradicionais e sons instrumentais que tem objetivo de contribuir para a manutenção do idioma kaingang como uma língua viva, além de auxiliar no esforço empreendido pelos velhos Kaingang para que seus netos sigam sendo reconhecidos como índios legítimos pelos integrantes da sociedade não-indígena.

image003 (9)

Leia a matéria na íntegra: Memória Musical Kaingang é tema de aula aberta no Auditório do Ilea

Seção Sindical do ANDES-SN: sindicato de verdade!

– Ensino Público e Gratuito: direito de todos, dever do Estado!

– 10% do PIB para Educação Pública, já!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: