• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • outubro 2017
    S T Q Q S S D
    « set    
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Seção Sindical divulga Nota de Repúdio à Intolerância e Autoritarismo contra a UFRGS

No final da manhã da última quarta-feira, 20 de abril, a Seção Sindical foi informada de que deveria ser apreciada, na tarde do mesmo dia, Moção de Repúdio de autoria do vereador Valter Nagelstein contra três docentes da UFRGS: o reitor Carlos Alexandre Netto, o vice-reitor Rui Vicente Oppermann e o professor Domingos Savio Dresch da Silveira, da Faculdade de Direito.

A profª Rosane Neves (Instituto de Psicologia) e o prof. Juca Gil (Faculdade de Educação), diretores do ANDES/UFRGS, estiveram presentes na sessão da Câmara. Conversaram com vereadores, defendendo a autonomia universitária e manifestando preocupação com as distorções que a Moção apresentava. Juntamente com representantes da Associação dos Servidores da UFRGS (ASSUFRGS), argumentaram com os parlamentares sobre o absurdo de tal decisão e deixaram clara a posição contrária ao ato antidemocrático.

Pelas falas dos apoiadores da Moção, depreendeu-se que os três referidos professores da UFRGS não foram ouvidos pelo proponente da mesma. Alguns vereadores argumentaram pelo adiamento da votação. Em vão, pelo visto, tratava-se de rito açodado e sumário.

A Moção do Vereador Nagelstein foi aprovada com 14 votos favoráveis e 13 contrários.

A Diretoria do ANDES/UFRGS redigiu posicionamento a respeito: “Nota de Repúdio à Intolerância e Autoritarismo contra a UFRGS”, que pode ser lida no Facebook da Seção Sindical: AQUI ou no site da entidade: Nota de Repúdio à Intolerância e Autoritarismo contra a UFRGS ou AQUI

A Moção do vereador Valter Nagelstein (PMDB), aprovada pela Câmara de Vereadores de Porto Alegre, pode ser lida AQUI

%d blogueiros gostam disto: