• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • agosto 2017
    S T Q Q S S D
    « jul    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Governo reconhece o confisco salarial: “Expansão da folha é balela”, declara representante do governo, reconhecendo que reajuste a servidores não repõe nem a inflação.

Sérgio Mendonça, representante do governo (MPOG) nas negociações com os servidores federais, reconheceu recentemente que o reajuste dado pelo governo federal aos servidores públicos federais não chega perto da reposição inflacionária.

O representante do governo afirmou que não há expansão do gasto com pessoal do serviço público

Em entrevista ao jornal Correio Braziliense, no dia 8 de janeiro, e em resposta a “analistas” do mercado financeiro que acusaram o governo de conceder reajustes salariais que estariam inflacionando a folha salarial, Sérgio Mendonça afirmou que a pretensa expansão da folha salarial do serviço público é “balela”.

Ele reconheceu: “Em dois anos, a inflação vai dar 17%. E vamos dar reajuste de 7,5%, 8%”!

“O mercado deveria ser honesto. Fizemos um reajuste salarial de 5% em janeiro 2015 e a inflação do ano foi de 10,5%. O próximo reajuste, de 5,5%, virá em agosto de 2016. E o mercado está dizendo, por meio do Boletim Focus, que a inflação será de 6,7% em 2016. Onde o governo está expandindo gasto de pessoal? Em dois anos, a inflação vai dar 17%. E vamos dar reajuste de 7,5%, 8%. Quero ver o mercado fazer essa conta comigo”, disse Sérgio Mendonça ao Blog do Servidor, do Correio Braziliense.

Mendonça é o secretário de Gestão de Pessoas e Relações do Trabalho (SRT) do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

As declarações do representante do MPOG evidenciam a visão governista
Além de assumir que o reajuste está bem abaixo da inflação e o decorrente confisco salarial, conforme criticava o Sindicato Nacional desde a primeira apresentação da proposta governamental, a declaração do secretário Mendonça evidencia a visão do governo de que as políticas públicas e sociais, entre elas a carreira dos SPF, devem ser tratadas de acordo com os interesses do mercado.

O prof. Francisco Jacob, 1º secretário do ANDES-SN, comentou: ““A politica do governo é esta: se pautar pelos interesses do mercado e desmontar o serviço público e os direitos trabalhistas. Com essa politica, o governo ataca os direitos da população em ter serviços públicos de qualidade e os direitos dos assalariados”.

Leia a íntegra da entrevista do secretário Mendonça ao Correio Brasiliense: “EXPANSÃO DA FOLHA É BALELA”, DIZ SÉRGIO MENDONÇA

%d blogueiros gostam disto: