• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • outubro 2017
    S T Q Q S S D
    « set    
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Declaração do MPOG desmascara o governismo da Federação-Proifes

Reajuste salarial: o Ministério do Planejamento (MPOG) reconheceu…

No início de janeiro, o Ministério do Planejamento (MPOG) reconheceu que o reajuste dado pelo governo federal aos servidores públicos federais não chega nem perto da reposição inflacionária. O representante do governo declarou: “Em dois anos, a inflação vai dar 17%. E vamos dar reajuste de 7,5%, 8%”.

Resumindo: o “reajuste” reajusta para baixo, arrochando, confiscando salário. Impossível ser mais franco e claro!

Refrescando a memória: a Proifes-Federação garantiu…

Pois bem, em matéria divulgada em 21/11/2015, a Federação-Proifes havia garantido que, em janeiro de 2017, o reajuste governamental acarretaria tão somente “uma perda real de salário de cerca de 1%” – sim, leu bem, colega: uma perda de apenas UM por cento!

Tem mais: a Proifes garantiu “compensação”…

Tem mais: a Proifes acrescentou que esse prejuízo de “cerca de 1%” seria “compensado” pelo “reajuste dos benefícios”, que também fez parte do pacote governamental.

Como compensação?

Ora, o governo revisou as tabelas de três benefícios (auxílios alimentação, saúde e creche) cujos valores estavam congelados havia muitos anos. E revisou de acordo com a inflação passada, acumulada no período do congelamento, incluindo o ano de 2015.

Porém, ao tratar esse reajuste como “compensação”, a Proifes tratou-o como se fosse relativo à inflação… futura, e não passada! Por um passe de mágica, transformou em pretenso reajuste real essa revisão de valores há muito defasados.

O que a Proifes comentou a respeito da declaração, acima referida, do MPOG?

A declaração do MPOG contradisse totalmente e derrubou as garantias e futurologias da Proifes. O que aquela Federação disse, comentou a respeito? Nada, nenhuma palavra; fez de conta que não existiu!

Essa Proifes é mais realista do que o rei!

Fontes

-A referida declaração do MPOG foi feita em entrevista do secretário Mendonça ao Correio Brasiliense:“EXPANSÃO DA FOLHA É BALELA”, DIZ SÉRGIO MENDONÇA

-Leia nossa matéria a respeito (boletim nº 05/2016): Governo reconhece o confisco salarial .

-As declarações da Proifes constam em matéria publicada em 22/11/2015, na página daquela Federação (aqui), e no boletim nº 204, de 21/11/2015, da Adufrgs-Sindical (aqui)

Clique na vinheta para ter acesso a outros textos sobre o assunto:

Screen Shot 2016-03-14 at 10.46.13 PM

%d blogueiros gostam disto: