• Sindicalize-se!

  • Site ANDES-SN

  • Assessoria Jurídica

  • Cartão TRI Passagem Escolar

  • Cartilha sobre Assédio Moral

Documentário  Escola sem Censura terá exibição gratuita e debate nesta segunda-feira (08)

03 de julho de 2019

O documentário Escola Sem Censura, que aborda o embate entre a autonomia docente e o projeto Escola sem Partido, terá exibição gratuita em Porto Alegre nesta segunda-feira (08). A atividade, que acontece das 19h às 21h30 no CineBancários (General Câmara, 424), integra o curso de extensão “Educação Democrática: Debates Itinerantes sobre Censura”, da Faculdade de Educação da UFRGS (Faced), em parceria com Associação Nacional de Política e Administração da Educação (Anpae), Associação de Mães e Pais pela Democracia e Comissão de Educação da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, com o apoio da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped). O ANDES/UFRGS e a Frente Gaúcha Escola sem Mordaça também apóiam a atividade.

Após o filme, haverá debate com o diretor Ricardo Severo, que também é professor na FURG. Lançada em novembro, a produção aborda a perspectiva dos docentes em relação ao Escola sem Partido, seu impacto sobre a atividade mesmo sem ser sancionado e os rumos sombrios que a educação pode tomar em caso de aprovação da medida, que voltou à pauta política nacional este ano.

No Youtube, o filme já registra mais de 47 mil visualizações. Os depoimentos debatem a proposta defendida pelo projeto, que retoma um universo ultraconservador e incita um processo de perseguição a professores. Também mapeia a rede de atores políticos e organizações ligados à extrema direita brasileira implicada na promoção do projeto.

“O projeto constrói uma narrativa de criminalização da atividade docente, em especial nos debates sobre gênero, raça e direitos humanos e, em casos extremos, ao próprio entendimento da ciência. Conseguiu-se consolidar uma visão de que o ambiente educacional é perigoso às crianças e adolescentes ao tratar de questões que buscam tratar do respeito ao próximo, por exemplo. Além do objetivo imediato de gerar constrangimentos, serve, em última análise, como forma de  legitimar o sucateamento da educação de modo geral, pois faz com que a educação não seja mais compreendida como um bem comum, e portanto, não merecedora de investimentos”, enfatiza Severo.

Diálogos da Educação Democrática

O evento faz parte da iniciativa Ação Educação Democrática, realizada em todo o Brasil como ferramenta de debate sobre alternativas ao Escola sem Partido. Na UFRGS, o projeto teve início em maio, e contempla agendas ao longo deste e do próximo semestre. O curso é gratuito, aberto ao público e fornece certificado da Universidade.

Para saber mais sobre as iniciativas do Ação Democrática no país, acesse aqui.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

  • FUTURE-SE EM DEBATE

  • Canal Docente

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

%d blogueiros gostam disto: