• Sindicalize-se!

  • Site ANDES-SN

  • Assessoria Jurídica

  • Cartão TRI Passagem Escolar

  • Cartilha sobre Assédio Moral

Ameaça de atentado no Campus do Vale mobiliza comunidade acadêmica

21 de março de 2019

Após tomar conhecimento de ameaça de atentado no Campus do Vale, similar ao ocorrido em uma escola no município de Suzano (SP), a Reitoria da UFRGS acionou, preventivamente, o setor de segurança da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), polícias Federal e Civil e o setor de inteligência da Brigada Militar e, ainda, reforçou a segurança interna da Universidade. Uma nota de esclarecimento sobre essas medidas foi publicada nesta quarta-feira, 20 de março.

A Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Sul confirmou ao portal Sul21 que recebeu comunicado da Universidade. “A Polícia Federal recebeu a notícia por parte da UFRGS e está dando o devido tratamento à informação”, declarou a PF em nota. Em reunião de diretores das unidades com o Reitor, foi decidido tomar atitudes de prevenção, mas tentar não criar pânico a respeito das ameaças.

Entidades se manifestam

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) emitiu nota na qual exige a segurança de toda comunidade acadêmica da Universidade. “Queremos estudar e trabalhar sem medo”, diz o texto, que ainda demanda a investigação e a responsabilização dos eventuais responsáveis. A entidade ainda vai promover, no dia 27 de março, o ato UFRGS contra o Ódio e pela Cultura da Paz, com o objetivo de ocupar o Campus do Vale e demonstrar que a comunidade acadêmica não se intimidará com as ameaças. O Sindicato dos Técnico-Administrativos da Universidade (ASSUFRGS) também se posicionou publicamente, afirmando que irá cobrar que o caso das ameaças contra a UFRGS seja resolvido, e os responsáveis, presos o mais breve possível.

O ANDES/UFRGS manifesta sua solidariedade com todas e todos que trabalham e estudam no Campus do Vale, especialmente mulheres e negros, alvos das ameaças veiculadas na rede. É necessário que a comunidade universitária seja informada acerca das investigações e do encaminhamento das medidas preventivas. Reiteramos também a reivindicação de que seja reconstituído o quadro de vigilantes próprios da Universidade, reduzido nos últimos anos por medidas do governo federal, para que a segurança dos campi seja garantida por servidores devidamente concursados e treinados, e com respeito à autonomia da Universidade. Repudiamos a propagação da violência pelos mandatários do país, que incentivam o ódio e os ataques à educação pública, direito de todos e todas.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

  • FUTURE-SE EM DEBATE

  • Canal Docente

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

%d blogueiros gostam disto: