• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • novembro 2016
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

InformANDES na UFRGS, nº 103, 09/11/2016.

Nesta sexta-feira, dia 11, a UFRGS vai parar!

Por nenhum direito a menos!

Contra a PEC 55 (241), a MP 746 e a Lei da Mordaça!

Em defesa da Educação, Saúde e Serviço Públicos!

triptico

 

Fotos da caminhada Em Defesa da Educação Pública, em 24/10. Vamos repetir e ampliar em 11/11! Concentração às 13h, na FACED

1-Assembleia Geral Docente chama à paralisação e participação nas atividades, no dia 11

Com comparecimento significativo de docentes, expressão de um forte crescimento de presenças, aconteceu a Assembleia Geral dos professores da UFRGS, convocada pelo ANDES/UFRGS, realizada no Campus do Vale, no auditório do ILEA quase cheio. Estava presente o advogado Guilherme Pacheco Monteiro, representando o escritório CSPM, Assessoria Jurídica da Seção Sindical.

O prof. Mathias Luce, presidente da Seção Sindical, deu informes sobre a entrada em greve dos técnico-administrativos (Assufrgs) na UFRGS, sobre a situação da mobilização nacional dos docentes universitários (sete universidades federais em greve) e sobre as deliberações da concorrida reunião do Setor das Federais do ANDES-SN (ver item 2).

Informes da Unidades e intervenções

Duas representantes de ocupações deram informes sobre as mesmas. A seguir, sucederam-se docentes informando a respeito das reuniões, Assembleias, decisões e encaminhamentos em seu departamento: Matemática, ou em suas unidades: Administração, Artes, Biociências, Colégio de Aplicação, Economia, Educação, Esefid (Campus Olímpico), Geociências, Letras, Litoral Norte, Psicologia. Isso permitiu construir um quadro, certamente incompleto, mas, mesmo assim rico e diferenciado, da situação nesses departamento e unidades, nos cinco campi da UFRGS.

Ficou-se, assim, sabendo que os docentes do Instituto de Letras, da Faculdade de Educação e do Instituto de Artes haviam decidido suspender as aulas. Que, em outras unidades, as reuniões docentes haviam decidido realizar paralisação das atividades na próxima sexta-feira, dia 11, Dia Nacional de Protesto e Paralisação.

Houve, também, intervenções que privilegiaram a análise dos pacotes governamentais, a conjuntura da resistência aos ataques contra os direitos. Houve ainda falas sobre as tarefas postas para o movimento docente.

Deliberações

Passou-se, então, à votação das deliberações. O próximo boletim trará o conjunto das decisões da reunião, que poderão, em breve ser encontradas, no site e no Facebook da Seção. Neste número, limitamo-nos a informar algumas; por unanimidade, foi:

*aprovada a adesão ao Dia Nacional de Paralisação e protesto de 25/11;

*aprovada “Nota da Assembleia Geral dos Docentes da UFRGS em apoio às ocupações”;

*referendada, confirmada a chamada (indicada na Assembleia anterior) de adesão ao Dia 11, com paralisação na UFRGS – por unanimidade!

*aprovado a agenda de atividades, dos docentes em conjunto com os técnico-administrativos (Assufrgs) e com os estudantes (DCE e APG), no Dia 11, em Porto Alegre:

-manhã: a confirmar;

-13h: concentração no pátio da FACED (Campus Centro), seguida de caminhada até a Assembleia Legislativa;

-15h: Audiência Pública sobre os efeitos da PEC 55 (241) na Educação Pública;

-18h: Ato contra a PEC 55 e demais ataques do governo Temer, na Esquina Democrática, Centro de Porto Alegre.

*Não fique de fora do Dia 11: Paralise! Agende-se para participar das atividades: concentração, caminhada, Audiência Pública, Ato.

No dia 11, a UFRGS vai parar!

As ocupações estudantis estão se multiplicando. A Assufrgs entrou em greve. A Assembleia Geral Docente convocada pelo ANDES/UFRGS reafirmou o chamado à paralisação da UFRGS. A Assembleia da Adufrgs-Sindical também se posicionou pela paralisação.

Está dado que, no dia 11, a UFRGS vai parar! Entretanto, a amplitude e profundidade da paralisação não estão dadas: dependem da intervenção de todos nós, das discussões e reuniões nas unidades, da mobilização para construir a paralisação!

Vamos construir a paralisação do Dia 11!

2-E depois do dia 11? A Seção Sindical convoca Assembleia Geral para debater as orientações do Setor da Federais do ANDES/SN (incluindo proposta de indicativo de greve da educação) e definir os próximos passos na UFRGS

A mobilização, os protestos, a paralisação do Dia 11 não bastarão para bloquear o andamento da PEC 241.

O que fazer?

É imperativo definir os passos seguintes, visando ao crescimento dos protestos, ao aumento da pressão sobre os parlamentares e o Planalto, procurando construir um amplo movimento de resistência que tome as dimensões de uma Paralisação Nacional e Geral (também chamada de Greve Geral).

Foi neste sentido que se desenvolveram os debates da Plenária que reuniu o Setor da Federais do ANDES-SN e os Setores das Universidades Municipais e estaduais, no último fim de semana, em Brasília.

A Plenária Conjunta:

-aprovou uma agenda de mobilização, incluindo o Dia Nacional de Paralisação e Protesto de 25/11 e uma Marcha a Brasília, em 28 e 29/11;

-lançou um indicativo de greve dos docentes das universidades federais, estaduais e municipais, como parte de uma greve nacional da Educação, junto com os técnico-administrativos (Fasubra – já em greve) e com o Sinasefe, conjuntamente com a proposta de uma greve nacional dos servidores federais (a ser apresentada ao Fonasef);

-indicou a realização de uma rodada de Assembleias Gerais para definir um posicionamento sobre o indicativo de greve referido acima, e, em caso de adesão a esse, definir também se se trata de greve com prazo indeterminado ou com prazo determinado (e qual).

Leia mais: ANDES-SN encaminha rodada de assembleia para deliberar sobre indicativo de greve

Leia mais: ANDES-SN define rodada de assembleias e agenda de mobilização para novembro

Leia mais: Docentes da UPE, Unifal e UFVJM deflagram greve

Leia mais: Estudantes já ocupam 60 universidades em todo o Brasil

Assembleia Geral de apreciação das orientações do Setor das federais, na próximo semana: dia 16

Neste sentido, a Assembleia Geral aprovou a proposta, apresentada pela diretoria da Seção, de Assembleia Geral, a ser realizada na próxima semana, para deliberar a respeito do indicativo de greve e demais orientações da Plenária do Setor. Foi aprovada a data do dia 16, às 14h, no Campus Centro, a ser confirmada em função de possíveis contingências, sendo autorizada a transferência para o dia 17, se necessário.

O próximo boletim trará complementos e precisões sobre a reunião do Setor e sobre a próxima Assembleia Geral.

3-A unidade dos docentes da UFRGS

Os docentes da UFRGS reivindicam, em várias reuniões, a unidade do ANDES/UFRGS e da Adufrgs-Sindical na mobilização contra os ataques do governo Temer.

No dia 20 de outubro, a diretoria da Seção Sindical ANDES/UFRGS enviou mensagem à diretoria da Adufrgs-Sindical, convidando para se integrarem às atividades planejadas com Assufrgs, DCE e APG para o dia 24 de outubro, Dia Nacional de Mobilização e Paralisações, contra a PEC 241 e em defesa da Educação e da Saúde Públicas. A mensagem enfatizava a disposição ao diálogo: “Considerando a gravidade do momento e os enormes desafios que teremos pela frente […] manifestamos nossa disposição para o diálogo sobre iniciativas comuns de enfrentamento à PEC 241, aos cortes de verbas e vagas nas universidades, à reforma previdenciária, à reforma trabalhista e demais ataques patrocinados pelo governo federal”.

A Assembleia da Adufrgs-Sindical do dia 20 de outubro decidiu aderir às atividades do dia 24 de outubro.

Em boletim recente, o professor Paulo Mohrs, presidente da Adufrgs-Sindical, ressaltou “que a união é fundamental nesse processo”.

A diretoria da Seção Sindical ANDES/UFRGS saúda as palavras do professor Paulo Mohrs e convida a Adufrgs-Sindical a participar das atividades planejadas para o dia 11 de novembro, tendo para isso já enviado mensagem à diretoria.

A unidade do movimento docente é fundamental para a defesa da universidade e da educação pública.

4-Escute, pela internet, o programa Voz Docente desta semana, nº 45/2016

No Programa nº 45:

-A primeira vice-presidente do ANDES/UFRGS, professora Mônica Torres Bonatto, informa as deliberações da Assembleia Geral Docente desta terça-feira, dia 08. O Voz Docente também conversa com a professora Magali Mendes, da Faculdade de Educação – FACED e representante docente sobre as moções aprovadas na última reunião do CONSUN/UFRGS.

-E o nosso Conde Pié está de volta falando sobre a PEC do diabo e o movimento de Ocupações nas universidades e escolas.

-No Notícias Expressas: Professores da UFPel, em greve, realizam mobilizações na cidade

Escute o programa nº 45, aqui: https://andesufrgs.wordpress.com/voz-docente/

Seção Sindical do ANDES-SN: sindicato de verdade!

– Ensino Público e Gratuito: direito de todos, dever do Estado!

– 10% do PIB para Educação Pública, já!

Post anterior
Post seguinte
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: