• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • março 2016
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

InformANDES na UFRGS, nº 27, 28/03/2016.

 

PAUTA:

1-Atos nos dias 30, 31 e 01.

2-Sobre a defesa da democracia.

3-Atividade da FACED/UFRGS fomenta protagonismo indígena na educação.

4-Cultura, Direito e Democracia em Debate: Painel “Democracia e Estado de Direito”.

1-Atos nos dias 30, 31 e 01!

Esta semana estão previstos vários Atos. Informamos a respeito, em base nas informações recebidas até o fechamento desta edição. O próximo boletim trará possíveis precisões ou correções a respeito dos mesmos.

1.1-Dia 30/03: Ato “Em defesa da legalidade e da democracia”, convocado por Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo

O evento será aberto às 16h com uma atividade cultural. O Ato iniciará às 16h30.

QUEM CONVOCA: Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo;

FALAS: Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo;

EIXO DE CONVOCAÇÃO DO ATO: “Em defesa da legalidade e da democracia”;

QUANDO: quarta-feira, 30 de março, a partir das 16h;

ONDE: no Salão de Atos da Reitoria da UFRGS, no Campus Centro.

1.2-Dia 31/03: Ato 31 de março, lutar e resistir

QUEM CONVOCA: Frente Povo Sem Medo e Frente Brasil Popular;

FALAS: movimentos que compõem as frentes e demais entidades;

EIXO DE CONVOCAÇÃO: “Em defesa da democracia, golpe nunca mais. Contra o ajuste fiscal, por outra política econômica. Em defesa dos direitos, contra a reforma da previdência”;

QUANDO: quinta-feira, 31 de março, a partir das 17h;

ONDE: Esquina Democrática.

1.3-Dia 01/04: Dia Nacional de Lutas – em defesa dos direitos dos trabalhadores e pelas reivindicações

No dia 1º de abril, sexta-feira, haverá em todo o pais atos em defesa dos direitos dos trabalhadores e pelas reivindicações.

O ANDES-SN entende que, na atual conjuntura, a luta pelos nossos direitos não deve ser esquecida nem postergada.

O Sindicato Nacional convida os docentes a participarem dos atos, contra os cortes de verbas que precarizam as universidades, contra o chamado Ajuste Fiscal e a anunciada reforma da previdência, contra a privatização da rede federal de ensino através das terceirizações e das contratações de docentes e funcionários técnico-administrativos via as chamadas Organizações Sociais – OSs.

QUEM CONVOCA: o Espaço de Unidade de Ação, que, nacionalmente, congrega 36 entidades e movimentos, entre os quais o ANDES-SN, o Sinasefe, a Fenasp, a CSP-Conlutas;

FALAS: As entidades que convocam;

QUANDO: sexta-feira, 01 de abril – Chega de mentiras! – às 10h30;

ONDE: Esquina Democrática, Porto Alegre;

EIXOS: o Ato está sendo convocado com os seguintes eixos, entre outros:

-Por Educação, Saúde e serviços públicos de qualidade!

-Contra o Ajuste Fiscal, contra os cortes, contra o arrocho!

-Contra as chamadas Organizações Sociais – OS, contra as privatizações!

-Terceirização é precarização!

-Não à nova reforma da previdência!

-Não à corrupção!

-Não à criminalização dos movimentos sociais e em defesa das liberdades democráticas, civis, jurídicas, políticas e sociais!

2-Sobre a defesa da democracia

Relativamente à defesa da democracia, a Seção Sindical lembra:

-que as conquistas democráticas inseridas na Constituição de 1988 foram, ao longo dos anos, e continuam sendo descaracterizadas por enorme quantidade de emendas restritivas, pelo processo de regulamentação/não-regulamentação de numerosos artigos, como também pelo atropelamento e pela manipulação de seus elementos essenciais. Cabe, por exemplo, assinalar que a Lei 13.260/2016, dita “Lei Antiterrorismo”, recém aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pela Presidente Dilma, abre brechas para a criminalização dos movimentos sociais e populares.

-que as conduções coercitivas abusivas e outras práticas truculentas por parte da polícia e de setores do Ministério Público e do Judiciário não iniciaram no último dia 04 de março, nem são um raio num céu azul. Pelo contrário, são tão frequentes que, desde as repressões às manifestações de junho/2013, o ANDES-SN e outras entidades vêm denunciando o crescente processo de criminalização dos movimentos sociais.

A tal ponto que, nos três últimos anos, foram realizadas várias Audiências Públicas e criados numerosos Comitês em defesa das liberdades democráticas e contra o crescente processo de criminalização das lutas e das organizações dos trabalhadores, da juventude, do povo pobre e da periferia das grandes cidades.

Pela defesa das liberdades democráticas, civis, jurídicas, políticas e sociais!

Saiba mais: leia a Nota “Em defesa da democracia”, da Diretoria da Seção Sindical: aqui

 

3-Atividade da FACED/UFRGS fomenta protagonismo indígena na educação

image002 (9)

Voltado a garantir o protagonismo dos povos indígenas na sua formação escolar, o projeto “Saberes indígenas na escola” reuniu professores kaingangs e guaranis e comunidade acadêmica para lançamento de livros e materiais didáticos produzidos por seus participantes indígenas.

O projeto, que atua para consolidar processos próprios de aprendizagem dos indígenas e em suas línguas maternas, chega a 48 escolas kaingangs e a todas as 27 escolas guaranis do RS.

O evento ocorreu no último dia 24/03, ao final de uma jornada de formação dos professores indígenas iniciada no dias 21, na Faculdade de Educação da UFRGS. A coordenação do projeto e os participantes se revezaram ao microfone para contar suas experiências. Indígenas kaingangs e guaranis expuseram, da sua forma, histórias de vida e de sua formação.

A intenção do projeto (coordenado pelas professoras Magali Mendes de Menezes e Maria Aparecida Bergamaschi, ambas da Faced) é que a escola que as etnias estão construindo possa ser profundamente atravessada pela cultura indígena. Os livros, materiais didáticos e gravações de músicas cumprem o papel de aproximar os indígenas dessa vivência cultural.

Leia a matéria na íntegra: Atividade da FACED fomenta protagonismo indígena na educação

unnamed (2)

Veja a Galeria de Imagens

4-Cultura, Direito e Democracia em Debate: Painel “Democracia e Estado de Direito”

QUEM CONVOCA: Reitoria da UFRGS.

FALAS: Quatro palestras sobre o tema em pauta.

QUANDO: quinta-feira, 31 de março, às 16h;

ONDE: Salão de Atos da Reitoria da UFRGS, no Campus Centro.

Seção Sindical do ANDES-SN: sindicato de verdade!

– Ensino Público e Gratuito: direito de todos, dever do Estado!

– 10% do PIB para Educação Pública, já!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: