• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • agosto 2015
    S T Q Q S S D
    « jul   set »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Boletim Informativo*, nº 18/2015, 26/08/2015

PAUTA:

1.Reitorias das Federais divulgam problemas financeiros por corte orçamentário.

2.Dias 27 e 28 são de manifestações em Brasília; em Porto Alegre, envio de uma chuva de e-mails ao Ministro da Educação.

3.Quinta-feira, na UFRGS: Seminário Regional/RS “A Corrupção e o Sistema da Dívida”,promovido pelo Núcleo Gaúcho da Auditoria Cidadã da Dívida Pública.

1.Reitorias das Federais divulgam problemas financeiros por corte orçamentário

Os diversos cortes orçamentários da educação federal somam mais de R$11 bilhões. O ANDES-SN iniciou a campanha “Abre as Contas Reitor(a)” – com o intuito de que as Instituições Federais de Ensino (IFEs) divulguem publicamente como foram afetadas pela situação.

Desde então, algumas reitorias têm divulgado o tamanho do impacto causado pelos cortes do governo federal no cotidiano das universidades:

Na Universidade Federal Fluminense (UFF), a reitoria não abriu as contas, mas a situação financeira se mostra caótica. Na última quarta-feira (19), parte da universidade ficou sem luz por conta de atraso no pagamento das contas. A UFF deve mais de R$9 milhões em contas de energia elétrica.

Na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), o MEC repassou R$3,9 milhões para uma dívida de R$14 milhões, i.e., 27% do necessário: leia “UFSM recebeu 27% do necessário para pagar dívidas” aqui.

A Reitoria da UFSM também manifestou preocupação com a política de Ensino à Distância (EAD), considerada uma das grandes prioridades do governo federal nos últimos anos. Para o segundo semestre deste ano, a UFSM teve que cancelar quatro cursos de Especialização devido à supressão orçamentária. Conforme o vice-coordenador da Universidade Aberta do Brasil – UAB na instituição, Reisoli Bender Filho, a parte de custeio do EAD está garantida, entretanto, não há garantia alguma de bolsas para professores e tutores.

Na Universidade Federal de Pelotas – UFPel, a Administração informou que o capital para o ano de 2015 ainda não foi confirmado. Há, até então, o corte de 10% nos recursos de custeio e 47% nos recursos de capital. Mas já é possível afirmar que muitas coisas irão mudar:

Disse o Reitor, prof. Mauro Del Pino: “Concretamente, especialmente em obras, cujo corte foi muito maior, nós já desistimos de muitos sonhos. Vários projetos, até por causa da greve, sabemos que não vamos dar sequência. O projeto do esgoto do Capão do Leão não vai acontecer, do esgoto daqui [Anglo], da urbanização do Capão, a reforma de parte da Brahma não vamos fazer mais, recuperação do CIM [Centro de Integração do Mercosul], e assim vai”.

Sobre a UFMA (Maranhão), UFLa (Lavras), UFPA (Pará), UFCG (Campina Grande): veja a imagem e leia aqui.

unnamed

Outras instituições, como a Universidade Federal da Bahia (Ufba) e a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) já haviam divulgado como seriam afetadas com as restrições orçamentárias. Confira as matérias aqui e aqui.

2.Dias 27 e 28 são de manifestações em Brasília; em Porto Alegre, envio de uma chuva de e-mails ao Ministro da Educação

Os dias 27 e 28/08 (5af e 6af) serão marcados: em Brasília,  por duas grandes mobilizações; em Porto Alegre, pelo envio de uma chuva de e-mails ao Ministro da Educação.

Na quinta-feira, 27/08, Marcha dos Servidores Públicos Federais

A marcha do dia 27 é organizada pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais, percorrerá parte da Esplanada dos Ministérios e realizará uma manifestação em frente ao Ministério do Planejamento (MPOG), para pressionar o governo.

Na sexta-feira, 28/08, Manifestação dos Docentes Federais em Greve

O Ato acontecerá perante o edifício do MEC, para cobrar negociação efetiva da pauta de reivindicações específica da categoria. Trata-se de pressionar o ministro da Educação, Janine Ribeiro, a negociar com a categoria, que completará três meses de greve justamente no dia do ato, sem sequer ser recebida pelo ministro.

Em POA, envio de uma chuva de e-mails: “Negocia Janine!”

Enquanto ocorrem as manifestações em Brasília, o que fazer nos estados, o que fazer em Porto Alegre? Enviar ao MEC uma “chuva” de e-mails pela efetiva abertura de negociação e pelo atendimento das reivindicações. Enviar as msg ao e-mail: gabinetedoministro@mec.gov.br

Que texto enviar? Pode ser simplesmente: “Negocia Janine!” ou outra frase ou texto da preferência de cada um. Para subsidiar a inspiração, segue uma sugestão de texto:

“Senhor Ministro da Educação: A greve nacional dos professores das Instituições Federais de Ensino (IFE) prolonga-se sem que o governo apresente proposta que atenda as reivindicações dos docentes – reestruturação da carreira, reversão dos cortes no orçamento e melhores condições de trabalho. Sabemos que a educação pública, gratuita e de qualidade deve ser prioridade do governo e lastro de uma nação, o que é impossível sem a valorização do trabalho docente e das IFE. Por isso, exigimos sua ação imediata para a efetiva abertura da negociação e pelo atendimento das reivindicações dos docentes.”

Leia mais e veja a imagem em: Docentes federais se preparam para mobilização nos dias 27 e 28 em Brasília

e em Boletim do Fórum dos SPF convoca servidores para Marcha à Brasília no dia 27

unnamed (34)

3.Quinta-feira, na UFRGS: Seminário Regional/RS “A Corrupção e o Sistema da Dívida”, promovido pelo Núcleo Gaúcho da Auditoria Cidadã da Dívida Pública

Entender o sistema da dívida, a dívida da União, a dívida do estado do Rio Grande do Sul com a União, as implicações disso sobre nossa vida, nossos direitos e visualizar saídas: essas são as razões do Seminário Regional/RS promovido pelo Núcleo Gaúcho da Auditoria Cidadã da Dívida Pública.

O evento acontece nesta quinta-feira, 27 de agosto, a partir das 9h, no Auditório da Faculdade de Economia da UFRGS (Campus Centro, Av. João Pessoa, 52, 3º andar) e contará com a participação da Coordenadora Nacional da Auditoria Cidadã da Dívida Pública, Maria Lúcia Fattorelli.

O Estado do Rio Grande do Sul atravessa uma crise financeira sem precedentes. A dívida pública é um dos seus componentes mais relevantes. Atualmente, o RS é o estado com a maior dívida da nação. O Estado arrecada, investe pouco em infraestrutura e deixa de atender as necessidades básicas da população. O governo do RS entregou R$ 3,2 bilhões, em 2014, para pagamento de juros e amortização da dívida, e continua devendo R$ 47,1 bilhões. A dívida se realimenta.

O evento pode ser assistido pela internet em: www.simpe-rs.com.br/2014/aovivo

Programação:
9h – Abertura
9h30min – Mesa “As consequências do Sistema da Dívida sobre as Nações e povos do Mundo, América Latina e Brasil” – prof. Nildo Domingos Ouriques, docente do Depto. de Ciências Econômicas da UFSC, e Mathias Luce, docente do Depto. de História da UFRGS;
13h30min – “A Corrupção e o Sistema da Dívida: Experiências das Auditorias do Equador e da Grécia”, palestra por Maria Lúcia Fatorelli, Coordenadora Nacional da Auditoria Cidadã da Dívida;
15h30min – “As Consequências do Sistema da Dívida sobre as Finanças do RS”, palestra por Josué Martins, Auditor Público do TCE-RS, membro da Coordenação do Núcleo Gaúcho da Auditoria Cidadã da Dívida Pública.

Agende-se!

unnamed (35)

(Caso não consiga visualizar a imagem, clique aqui)

*A publicação deste boletim é responsabilidade do Comando Local de Mobilização (CLM/UFRGS); a postagem está sendo feito pela Seção Sindical ANDES/UFRGS que colocou seu sistema de postagem eletrônica à disposição do CLM. Para entrar em contato com o Comando: clg.ufrgs@gmail.com

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: