• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • junho 2015
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

InformANDES na UFRGS, nº 61/2015, 25/06/2015.

PAUTA:

1-Governo propõe reajuste salarial abaixo da inflação para os Servidores Públicos Federais.

2-“A UFRGS novamente na luta: pela valorização da Educação e da Universidade Públicas!”Comunicado nº 2 do Comando Local de Greve/UFRGS (CLG/UFRGS).

3-Neste domingo, Atividade pela Justiça Fiscal: “Que as Transnacionais paguem o Justo!”.

1-Governo propõe reajuste salarial abaixo da inflação para os Servidores Públicos Federais

Na última quarta-feira 24, o Ministério do Planejamento (MPOG) convocou o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasef) e outras entidades sindicais para reunião no dia seguinte, quinta-feira 25/06, para apresentação de um “contraproposta” à pauta de reivindicações do conjunto dos servidores.

O MPOG apresentou proposta apenas para reajuste salarial linear: 21,3% para o quatro próximos anos, parcelado anualmente de 2016 a 2019. O MPOG não quis tratar das demais reivindicações.

Detalhamento da proposta governamental de 21,3%

De acordo com a proposta do governo, o reajuste parcelado seria:

-pago anualmente nos meses de janeiro de 2016, 2017, 2018 e 2019;

-no primeiro ano (janeiro/2016), o reajuste seria de 5,5% – bem abaixo da inflação;

-nos demais anos, o reajuste seria, sucessiva e de forma decrescente, de 5% (janeiro/2017), 4,75% (jan./2018) e 4,5% (jan./2019) – tudo leva a crer que abaixo da inflação real;

-o MPOG ressaltou que trataria apenas desse item da pauta de reivindicações. Por que? Porque, do ponto de vista do governo, a negociação dos demais pontos e a realização de reuniões setoriais específicas seriam dependentes do acordo em relação ao reajuste proposto de 21,3%.

Proposta governamental foi rechaçada pelo conjunto das entidades presentes

Todas as entidades presentes na reunião rechaçaram a proposta apresentada pelo MPOG.

Os servidores propuseram que a próxima reunião fosse marcada para o dia 7 de julho, o que foi acordado.

Nesse meio tempo, as entidades avaliarão a proposta de reajuste em suas bases.

A avaliação da proposta do MPOG, junto com a avaliação das respostas apresentadas pelo MEC em sua carta de 23/06, serão assuntos de debate e deliberação da Assembleia Geral convocada para a próxima segunda-feira, 29 de junho, às 18h00, no Auditório da Faculdade de Educação (Campus Centro). Agende-se!

Aumentar a pressão dos servidores, com mobilização e crescimento da greve

O Fórum dos servidores federais tem reunião ampliada marcada para este domingo 28, em Brasília. Será avaliada, conjuntamente, a reunião com o MPOG e definido um calendário de ações até o dia 7 de julho, que também é dia da Caravana Nacional da Educação Federal.

Leia mais aqui.

A Confederação dos Servidores Federais (Consef) julgou “indecente” a proposta do governo e decidiu antecipar de 11 para 04 de julho sua Plenária, que deve deliberar sobre greve; leia aqui.

Fonte: ANDES-SN e Condsef, 25/06/2015, com edição da Seção Sindical/UFRGS.

2-“A UFRGS novamente na luta: pela valorização da Educação e da Universidade Públicas!”

Comunicado nº 2 do Comando Local de Greve/UFRGS (CLG/UFRGS)

Os docentes da UFRGS, reunidos no dia 23 de junho de 2015 em Assembleia Geral convocada por edital público, votaram por aderir à Greve Nacional das Instituições Federais de Ensino Superior.

Culminando um processo de quatro Assembleias Gerais que aprofundaram a discussão sobre a pauta da greve e avaliaram o simulacro de negociação por parte do governo, a Assembleia de 23/06, por ampla maioria, deliberou pela adesão à greve nacional dos docentes e dos servidores públicos federais.

Cumprindo a determinação legal trabalhista (de 72h), segunda-feira, dia 29 de junho, entraremos em greve.

Neste momento, nos dirigimos à comunidade universitária e à sociedade gaúcha como um todo para externar os motivos que nos levam a paralisar nossas atividades e entrarmos de pleno na luta em defesa da Universidade e da Educação Públicas. Leia AQUI o Comunicado nº 2 do Comando Local de Greveou aqui.

Caso não consiga visualizar a imagem, clique aqui

vinheta 4

Educação Pública como prioridade não combina com o corte recente de R$ 9,4 bilhões no orçamento do MEC!

3-Neste domingo, Atividade pela Justiça Fiscal: “Que as Transnacionais paguem o Justo!”

Neste domingo 28, das 10h às 15h, o Instituto Justiça Fiscal desenvolverá atividade de esclarecimento junto ao público, no Brique da Redenção, entre o Parque e o Monumento ao Expedicionário.

O objetivo é chamar a atenção do público sobre a grande sonegação de impostos que as transnacionais realizam através de seus “planejamentos tributários agressivos”, fazendo assim com que o ônus de sustentar as despesas do Estado recaia nos ombros dos assalariados. Serão distribuídos panfleto da Campanha  e também um folder de apresentação do IJF.

A atividade é desenvolvida no âmbito da Semana Global pela Justiça Fiscal, cujo lema é “Que as Transnacionais paguem o Justo!”.

Quando, onde: neste domingo 28, das 10h às 15h, no Brique da Redenção, entre o Parque e o Monumento ao Expedicionário.

Leia “Sonegação de impostos é sete vezes maior que a corrupção”, aqui.

Seção Sindical do ANDES-SN: sindicato de verdade!

– Ensino Público e Gratuito: direito de todos, dever do Estado!

– 10% do PIB para Educação Pública, já!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: