• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • dezembro 2014
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

InformANDES na UFRGS, nº 118/2014, 08/12/2014.

PAUTA:

1-Conta de luz subirá 22,41%.

2-UFRGS interdita totalmente o prédio do Instituto de Psicologia.

3- Janta de Confraternização: nesta quinta-feira, dia 11 de dezembro.

4-Cultura & etc. em debate: Exposição “Haiti – resistência e arte”, na Usina do Gasômetro, até 14 de dezembro.

1-Conta de luz subirá 22,41%

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, na última sexta-feira, o reajuste de 22,41% para consumidores residenciais da Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE). Em 2013, o aumento médio da energia elétrica foi de 14,57%.

A CEEE atende 72 municípios do estado, entre eles Porto Alegre e Região Metropolitana. A tarifa passará a vigorar quando for publicada no Diário Oficial da União (DOU), o que deve ocorrer já nesta segunda-feira.

Ao calcular o reajuste, a Agência (Aneel) considerou a variação de custos que a empresa teve no ano. O cálculo inclui custos típicos da atividade de distribuição, sobre os quais incide o IGP-M, e outros custos que não acompanham necessariamente o índice inflacionário, como energia comprada, encargos de transmissão e encargos setoriais.

Segundo a CEEE, a maior parte do reajuste de 2014 se deve ao aumento dos gastos da empresa com a compra de energia térmica, que é mais cara do que a convencional. Esse procedimento foi necessário porque, com a falta de chuva, houve queda na produção das hidrelétricas.

Fontes: Correio do Povo on-line, 05/12/2014, com edição da Seção Sindical/UFRGS.

2-UFRGS interdita totalmente o prédio do Instituto de Psicologia

Na última quarta-feira, 03/12, através do Correio do Povo e Rádio Gaúcha, e, no dia seguinte, pela ZH, a comunidade universitária da UFRGS ficou sabendo que as aulas estavam canceladas no prédio do Instituto de Psicologia e que “as demais atividades devem ser restringidas ao mínimo, evitando circulação no prédio”. Segundo a imprensa, “a UFRGS garante que o edifício, de cinco andares, não será interditado, mas que as atividades devem ser restringidas ao mínimo, evitando circulação no local”.

Porém, na tarde da sexta-feira 05, uma Nota postada no Portal da UFRGS informou que o prédio estava doravante interditado, em decorrência de um laudo da Superintendência de Infraestrutura da Universidade (Suinfra) apontando a necessidade de suspender as atividades no local. Segue a Nota da UFRGS por extenso:

“A UFRGS decidiu interditar, de maneira preventiva, o prédio do Instituto de Psicologia, no Campus Saúde (Prédio 21107 – Rua Ramiro Barcelos, 2600). Em laudo emitido ontem ao final da tarde, uma comissão de técnicos da Superintendência de Infraestrutura apontou a necessidade de suspender o trânsito de pessoas no local. As atividades do primeiro andar já estavam suspensas devido ao desabamento de parte do revestimento da sala de um professor.

Como o semestre letivo está em fase de encerramento, a Universidade optou pelo início imediato das obras no prédio, para que seja possível concluí-las antes início do próximo semestre acadêmico. As atividades letivas pendentes serão realizadas por meio da plataforma de educação a distância da UFRGS, ou em salas do prédio 22202 – Anexo do Campus Saúde. Os setores administrativos e de pesquisa – que funcionam durante as férias – também estão sendo realocados ou para o Anexo, ou para a Faculdade de Odontologia ou ainda para outros espaços da Universidade.

Cerca de 1.300 estudantes de graduação e de pós frequentam o local durante o período letivo. O prédio abriga as graduações em Psicologia, Fonoaudiologia e Serviço Social e as pós-graduações em Psicologia, Psicologia Social e Institucional e Psicanálise: Clínica e Cultura; além de atividades da Faculdade de Medicina, da graduação em Nutrição e da pós em Epidemiologia.

As obras de reforma serão contratadas em regime emergencial, para início ainda em dezembro, e compreendem a retirada de 4.218m2 de revestimento”. Fonte: http://www.ufrgs.br/ufrgs/noticias/predio-do-instituto-de-psicologia-esta-interditado

É a segunda vez, no espaço de dois meses, que um prédio da UFRGS fica interditado. O caso anterior foi do “Prédio Novo de Aulas” (Prédio 11.209), no Campus Centro, interditado, no início de outubro, por decisão judicial que atendeu pedido do Ministério Público Federal.

Cabe, também, lembrar a ocorrência de outro grave problema em um prédio: a inundação, na passagem de 2013 para 2014, na Biblioteca Setorial de Ciências Sociais e Humanas, no Campus do Vale.

O assunto exige uma reflexão; a Seção Sindical deverá propor algumas considerações a respeito em um próximo boletim.

unnamed

3-Janta de Confraternização: nesta quinta-feira, dia 11 de dezembro

A Seção Sindical promove Janta de Confraternização no dia 11 de dezembro, a partir das 20h00, na Churrascaria Giovanaz, na Av. Venâncio Aires, 10 (quase esquina com a Rua José do Patrocínio). O evento marcará, também, os cinco anos da reorganização do ANDES/UFRGS. Estão todos convidados para festejar.

Espeto corrido: R$ 26,00; refrigerante: R$ 5,00; cerveja: R$ 9,00; + 10% do serviço; Sindicato de Verdade, não tem preço!

Agende-se!

4-Cultura & etc. em debate: Exposição “Haiti – resistência e arte”, na Usina do Gasômetro, até 14 de dezembro

A exposição objetiva mostrar que possui uma intensa produção artística o Haiti – essa nação que, no Brasil, só é conhecida pelas notícias jornalísticas a respeito das intervenções militares, dos embargos, da política econômica, das catástrofes que conduziram o país ao empobrecimento.

Na exposição, são apresentadas peças como poemas, letras de músicas, esculturas em diversos materiais, fotografias, objetos e pinturas em telas, entre outros, que carregam em seu histórico uma estética do cotidiano que faz do Haiti um país singular.

O acervo da mostra foi construído pela professora Normelia Parise (docente da Universidade federal de Rio Grande – FURG) durante os anos em que viveu no Haiti, atuando como Diretora do Centro Cultural Brasil-Haiti Celso Ortega Terra – CCBH, em Porto Príncipe, a capital do Haiti. A curadoria é da artista plástica Margarida Rache.

ONDE: 4º andar da Usina do Gasômetro (Av. Pres. João Goulart, 551);
ATÉ QUANDO: até o domingo 14 de dezembro;

DIAS E HORÁRIO DE VISITAÇÃO: de terça a sexta-f., das 9h às 21h; sábado e domingo, das 10h às 21h.

unnamed (1)

Leia e veja mais sobre a exposição no blog http://haitiarteresistencia.blogspot.com.br/

Seção Sindical do ANDES-SN: sindicato de verdade!

– Ensino Público e Gratuito: direito de todos, dever do Estado!

– 10% do PIB para Educação Pública, já!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: