• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • maio 2014
    S T Q Q S S D
    « abr   jun »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

InformANDES na UFRGS, ano 2014, nº 39, 09/05/2014.

PAUTA:

1-Promoção a Titular: Perguntas e respostas (2).

2-Nesta terça, no Vale, e nesta quarta-feira, no Centro, reuniões para informar, ampliar o debate e definir uma forma de pressão sobre o governo com vistas à próxima reunião com o MEC.

3-Manifestações em Brasília marcaram os dias 6 e 7 de maio.

Filie-se, porque o ANDES-SN é contrário a “acordos” que penalizam os aposentados!

1-Titular: perguntas e respostas (2)

Neste boletim, continuamos a responder questões e dúvidas formuladas por colegas. Você tem pergunta? Envie pelo e-mailsec_sind_andes@ufrgs.br e nos esforçaremos em responder.

O conjunto de “Perguntas e respostas” sobre a Promoção a Titular, atualizado quase diariamente, pode ser acessado no blog da Seção Sindical – https://andesufrgs.wordpress.com/ – na barra horizontal superior, em “Promoção a Titular”.

Seção Sindical/UFRGS permanece à disposição, em todas as instâncias da Universidade, para debater o tema e contribuir ao aperfeiçoamento da regulamentação a ser aprovada.

Quem pode ter vistas à promoção a titular?

Quais são os requisitos exigidos para o docente poder inscrever-se ao processo avaliativo com vistas à promoção a titular

Os requisitos são: 1) título de Doutor; 2) ter cumprido o interstício mínimo de 24 meses no nível 4 de Professor Associado ou da classe D-IV.

Quer dizer que todos os docentes que sejam Doutor  e Associado 4 ou D-IV há 24 meses ou mais podem ter vistas à promoção a titular?

Exato.

Será que os postulantes a titular que pertencem a um mesmo Departamento ou a uma mesma área/subárea competem entre si para conseguir a promoção a titular?

Não: em nossa Carreira, não há vaga(s), não há limitação da quantidade de promovidos, não há concurso ou concorrência entre os diversos postulantes.

2-Nesta terça, no Vale, e nesta quarta-feira, no Centro, reuniões para informar, ampliar o debate e definir uma forma de pressão sobre o governo com vistas à próxima reunião com o MEC

Na reunião de 23 de abril, o governo reconheceu que a carreira foi desestruturada. Esse reconhecimento confirma que tínhamos razão em reivindicar a reestruturação da Carreira e que devemos continuar a fazê-lo.

O que reivindicar concretamente na próxima reunião do ANDES-SN com o MEC (que acontecerá no dia 21 de maio)? E o que fazer para que o MEC dê passos positivos concretos na reestruturação da Carreira?

Para que o MEC avance, é preciso aumentar a pressão sobre o governo.

Neste sentido, foram realizadas duas manifestações em Brasília: a Caravana da Educação, na última terça-feira, dia 6, e a Marcha dos Servidores Federais, na última quarta-feira, dia 7 de abril (sobre essas atividades, ver abaixo).

No mesmo sentido, o ANDES-SN chama à realização de um Dia Nacional de Luta, em 21 de maio, no próprio dia em que será realizada a próxima audiência do ANDES-SN com a SESU/MEC.

Em nossa Universidade, para ampliar o debate e a socialização das informações sobre questões como Promoção a Titular e como problemas de infraestrutura/precarização na UFRGS, e, também, para definir como participaremos do Dia Nacional de Luta, de 21 de maio, serão realizadas duas reuniões de esclarecimentos e mobilização, nesta terça e quarta-feira, cada uma em um diferente campus:

– terça-feira, dia 13, às 12h15, no Campus do Vale (sala 114 do Prédio de Aulas do Instituto de Letras);

– quarta-feira, dia 14, às 11h30, na Faculdade de Educação, na sala 601.

Pauta de discussão: 1) Promoção a Titular; 2) Problemas de infraestrutura e precarização nas Unidades; 3) Avaliação da última reunião do ANDES-SN com o MEC; 4) Propostas de atividades de mobilização para o Dia Nacional de Luta, 21 de maio.

Compareça!

3-Manifestações em Brasília marcaram os dias 6 e 7 de maio

Dia 06 de maio: Caravana da Educação Federal

A Caravana foi idealizada pela entidades dos três setores que atuam na Educação federal. O objetivo da atividade era de pressionar o MEC a abrir negociações efetivas sobre a pauta de reivindicações.

Dois mil manifestantes se reuniram em frente ao prédio do MEC. O sentido de todas as falas foi de que “O governo só responde pressionado”. A presidente do ANDES-SN apontou para o próximo passo da mobilização: o Dia Nacional de Luta de 21 de maio, quando o MEC reúne novamente com o Sindicato Nacional.

A Caravana da Educação federal foi organizada pelo ANDES-SN, Sinasefe (entidades docentes), Fasubra (funcionários técnico-administrativos), Anel e outras entidades estudantis.

Dia 07 de maio: Marcha dos servidores públicos federais

Mais de 5 mil trabalhadores marcaram presença no coração de Brasília na Marcha dos Servidores Públicos Federais. A luta por serviços públicos de qualidade, contra as privatizações e pela valorização funcionalismo federal foram as principais pautas que levaram os manifestantes a enfrentar o forte sol, fechar pistas das avenidas, caminhando da catedral até o Bloco C da Esplanada, onde realizaram um Ato, exigindo uma audiência com representantes do governo.

Uma comissão foi recebida pelo secretário da SRT/MPOG, Sérgio Mendonça, e pelo secretário de Educação Superior do MEC, Paulo Speller.

Depois de muita conversa, os representantes do Executivo assumiram o compromisso de dar uma resposta às pautas das categorias num prazo de 15 dias. Uma nova reunião foi agendada para o dia 22 de maio.

Plenária dos Servidores Públicos Federais

Às 15 horas do mesmo dia 7 de maio, as entidades do Fórum Nacional dos Servidores Públicos Federais se reuniram em plenária para avaliar a Marcha e definir encaminhamentos para as próximas ações.

Foi aprovado incorporar, no calendário dos servidores federais, mobilizações estaduais, em 15 de maio, em protesto contra os gastos públicos e remoções realizados para a Copa do Mundo. Uma nova reunião do Fórum Nacional dos Servidores Públicos Federais foi agendada para 20 de maio, em Brasília.

Fonte: ANDES-SN, 06 e 07/05/2014.

 

Seção Sindical do ANDES-SN: sindicato de verdade!

– Ensino Público e Gratuito: direito de todos, dever do Estado!

– 10% do PIB para Educação Pública, já!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: