• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • março 2014
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Screen Shot 2014-03-29 at 6.01.06 PM

31 de Março de 1964, Nunca Mais!

1-Vamos marcar o dia 31 de Março com uma tarja preta! No Dia 31 de Março, convidamos o(a) colega, a usar uma tarja ou fita preta, na lapela, no braço… ou outro signo ou símbolo preto de sua preferência.

2-Evento “50 anos do Golpe de 1964, 50 anos de impunidade”Compareça ao evento “50 anos do golpe de 1964, 50 anos de impunidade”, organizado pelo “Coletivo pela Educação, Memória e Justiça”, com apoio do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas – IFCH da UFRGS. Ocorre nesta segunda-feira, dia 31 de março, a partir das 18h00, no Salão de Atos da UFRGS. Leia aqui a matéria publicada no portal da UFRGS. O cartaz pode ser acessado clicando aqui.

3-1964, Nunca Mais: A Universidade foi um dos principais alvos da ditadura militar instaurada em 1964. A produção intelectual foi censurada e cerceada. O fomento foi limitado e condicionado aos interesses do governo.

Professores, técnicos e estudantes que ousaram erguer sua voz foram perseguidos, expulsos ou expurgados, torturados e mortos. A repressão contou com agentes internos à Universidade, que delataram colegas e usaram seus cargos para praticar todo tipo de desmandos.

Mas a Universidade também foi um espaço de resistência ao regime e o movimento docente nacional trabalha, desde o final dos anos 1970, na construção da memória daqueles tempos sombrios.

Na UFRGS, o livro Universidade e Repressão: os Expurgos na UFRGS  (disponível aqui) é um importante documento, editado pela ADUFRGS em 1979 e reeditado em 2008, quando ainda era Seção do ANDES, o Sindicato Nacional dos Docentes do Ensino Superior. Mas o referido livro não poderia ser exaustivo: ainda há muito por ser desvendado.

50 anos depois, reivindicamos a apuração e a punição dos crimes da ditadura, inclusive aqueles cometidos contra a Universidade e na Universidade.

Screen Shot 2014-03-29 at 6.01.23 PM

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: