• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • agosto 2012
    S T Q Q S S D
    « jul   set »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Mais de 50 assembleias rejeitaram a proposta do governo

Assembleias rejeitam a lógica desestruturadora da carreira proposta pelo governo

De acordo com levantamento parcial realizado pelo Comando Nacional de Greve (CNG), mais de 50 assembleias gerais rejeitaram a última proposta do governo. “Isso mostra que até o momento o governo não ouviu os docentes, pois nós apresentamos uma proposta de reestruturação da carreira e ele propõe aparente esvaziamento conceitual e expressão de valores nominais em tabelas, que conduzem a uma desestruturação ainda maior da atual carreira”, argumentou a presidente do ANDES-SN, Marinalva Oliveira.

Diante desse quadro, a greve continua. “A categoria discorda do que o governo apresentou até agora, da lógica em torno da qual o governo incide sobre a carreira docente, e vamos continuar na mesa para que possamos negociar efetivamente os rumos da organização do trabalho docente para o futuro e chegar a um acordo”, afirmou Marinalva em entrevistas dadas à imprensa na tarde desta terça-feira (31).

A presidente do ANDES-SN lembrou que o governo não cumpriu parte do acordo, assinado em agosto do ano passado, em que se comprometia a discutir e apresentar em um grupo de trabalho uma proposta de reestruturação da carreira.

O CNG continua reunido, contabilizando os votos e analisando as sugestões aprovadas nas assembleias. O resultado final das assembleias será divulgado nesta quarta-feira (1º). Às 21h, os representantes dos docentes voltarão a se reunir com o secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, e os secretários do Ministério da Educação Amaro Lins (Sesu) e Marco Antônio de Oliveira (Setec).

 

Fonte: ANDES-SN
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: