• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • julho 2012
    S T Q Q S S D
    « jun   ago »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Boletim Informativo do Comando Local de Greve – 02.07.2012

Comando de Greve dos Docentes da UFRGS

O Comando Local de Greve/UFRGS (CLG/Ufrgs) foi constituído pela AG Docente de 25/06 e ampliado com representantes e suplentes das Unidades. A lista de seus membros consta em https://andesufrgs.wordpress.com/ Para entrar em contato com o comando: clg.ufrgs@gmail.com

Boletim Informativo,  nº 03/2012 – 02/07/2

PAUTA:

1- Governo não marca reunião prometida em 19 de junho! Nenhuma proposta na mesa!

2-Greve com retenção de conceitos

3– Próxima Assembleia Geral: 5af., 05/07

4-E aí, direção da Adufrgs/Proifes?

 

1-Governo não marca reunião prometida em 19 de junho! Nenhuma proposta na mesa!

O governo cancelou reunião agendada para o dia 19 de junho, assumindo o compromisso de um encontro para a semana seguinte. Quinze dias depois, nenhuma reunião ocorreu, nenhuma proposta nos foi apresentada. Nós, professores federais, protocolamos nossa pauta no início de 2011, incluindo a reestruturação da Carreira Docente!

A carreira de professor federal que reivindicamos está organizada em 13 níveis, com variação de 5% entre eles, uma única linha remuneratória, progressão definida pelo equilíbrio entre tempo de carreira, formação e execução de um plano de trabalho definido por cada Universidade. Nossa proposta respeita a diversidade do trabalho docente que integra ensino, pesquisa e extensão!

Qual é a proposta do governo? Ninguém sabe, ninguém viu! Exigimos do governo que agende a negociação e mantenha sua palavra em respeito aos professores integrados à luta por uma educação pública de qualidade e socialmente referenciada, um direito de todos e todas! proposta nos foi apresentada.

Comando Nacional de Greve (CNG), 29/06 e 02/07

2-Greve com retenção de conceitos

Durante o final de semana, o Comando Local de Greve (CLG/UFRGS) realizou discussões de avaliação e referendouu as diretrizes elaboradas pela Comissão de Ética. A primeira orienta e alerta da seguinte forma: o CLG “considera que todas as atividades docentes devem ser paralisadas, exceto aquelas que representarem danos irreparáveis”.

Na continuidade, o CLG se posiciona sobre a retenção de conceitos – proposta que foi apresentada por várias  Unidades ou Cursos (Administração, Biociências, Bioquímica, Economia, Psicologia…) nas duas últimas Assembleias Gerais, sendo retomada em outros Departamentos, Unidades e Cursos e ganhando forças.

Considerando que é preciso lançar mão de todos os recursos que potencializam a greve e lhe dão visibilidade, de forma a pressionar e chamar o Governo a sua responsabilidade para com a garantia das condições que permitam a retomada, o mais breve possível, de nossas atividades;

considerando que, para além de paralisar as aulas, é necessário romper com as regras administrativas que dão conclusão a nossa ação pedagógica de avaliação dos educandos – a entrega dos conceitos;

considerando que se trata, de forma muito positiva, de uma retomada histórica da postura assumida pelos Docentes da UFRGS nas três primeiras greves que nossa Universidade  vivenciou em 1980, 1981 e 1982 (greves vitoriosas);

o CLG indica a retenção (não-apropriação) de conceitos enquanto durar a greve.

 

3- Próxima Assembleia Geral: 5af., 05/07

Já foi definido o dia e horário da próxima

Assembleia Geral dos Docentes da UFRGS:

quinta-feira, 05/07, às 17h00 (local a confirmar)

Essa deverá avaliar os posicionamentos do governo, debater as orientações do Comando Nacional de Greve, impulsionar a retenção de conceitos e definir iniciativas para fortalecer o movimento grevista na UFRGS. Agende-se!

 

4-E aí, direção da Adufrgs/Proifes?

Recentemente, a Presidente da Adufrgs/Proifes declarou à ZH estar “decepcionada com o silêncio do governo”. Mas ainda assim,  até hoje (02/07), continua difundindo pelo rádio a campanha “apostamos no diálogo com o governo”. Pois bem, chegamos ao dia 2 de julho (data em que vence o prazo de validade do “plebiscito” realizado entre 19 e 21/06), e nada de negociação. O governo continua sem apresentar uma nova proposta.

 

O que esperar da direção da Adufrgs/Proifes? Uma nova consulta eletrônica?

Já elencamos todos os problemas da enquete eletrônica organizada pela direção da Adufrgs/Proifes entre os dias 19 e 21 de junho: foi realizada sem debate prévio; feriu a Lei de greve 7783; feriu o estatuto da própria entidade; induziu claramente uma resposta; e foi desinformante, porque afirmou que o governo se tinha comprometido com quase todas as reivindicações, ou seja, foi baseada em informações desatualizadas e ficcionais e retirou de cena a pauta da greve.

De forma que os sócios votantes que optaram por adiar a greve, o fizeram sem saber qual é a pauta da avassaladora greve nacional que está em curso desde 17 de maio. Além disso, com os dados da enquete, a direção da Adufrgs/Proifes promoveu ampla campanha, com matérias pagas em jornal e radio, tentando desmobilizar, desinformar e adiar a adesão da UFRGS à greve nacional.

Quem sabia o que estava em pauta, votou pela greve, em Assembleia Geral, aberta a TODOS os docentes da UFRGS. Votou, já no dia 19 de junho, decisão reafirmada no dia 25 de junho, em AG muito concorrida com 200 presentes. Desde a última sexta-feira, estamos construindo a paralisação na UFRGS, aprofundando  a pauta, impulsionando a greve com retenção de conceitos, pressionado efetivamente o governo.

Esperar mais uma enquete eletrônica? Cujos resultados sairão quando o semestre letivo já estará totalmente consumado? Você, colega, sabe que AGORA é o momento de aumentar a pressão sobre o governo, AGORA é a hora de efetivar a retenção de conceitos. E de comparecer na Assembleia Geral de 5af., 05/07, para debater como ampliar e fortalecer o movimento grevista.

A GREVE NACIONAL É FORTE! A LUTA É AGORA!

AGORA É O MOMENTO DE EFETIVAR A RETENÇÃO DOS CONCEITOS

Nossos direitos cabem no papel. Em nossas mãos cabe a conquista!

 

NOSSAS PRINCIPAIS REIVINDICAÇÕES

I-CARREIRA DOCENTE – Propostas do ANDES-SN

– Pela incorporação das gratificações (Gemas, RT): uma linha só no contracheque!

– Uma só carreira para os docentes das universidades e IFs!

– Piso salarial de R$ 2.329,35 (para Regime de 20 horas)!

– Carreira com 13 níveis (5% de variação entre cada nível)!

Veja aqui o plano de carreira proposto pelo ANDES-SN, aprovado por unanimidade no 30º Congresso do Sindicato Nacional.

II- MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO (melhorias materiais, pelo fim da sobrecarga de trabalho)

III- REIVINDICAÇÕES SALARIAIS formuladas em conjunto com os demais servidores públicos federais

– Recomposição salarial emergencial de 22,8%

– Na Medida Provisória 568, rejeição da Seção XXIV que altera negativamente os dispositivos do RJU a respeito da insalubridade e da periculosidade (transformando as porcentagens em valores fixos).

IV-REIVINDICAÇÕES LOCAIS (pauta a ser elaborada)

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: