• Sindicalize-se!

  • Seção Sindical ANDES/UFRGS no Facebook

  • Cartilha sobre Assédio Moral

  • Assessoria Jurídica

  • Site ANDES-SN

  • Eventos por vir

    Nenhum evento

  • junho 2012
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930  
  • É para rir?

  • Categorias

  • + notícias

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Comunicado 01 – Comissão de Ética da GREVE DOCENTES UFRGS

A Comissão de Ética dos docentes em greve na UFRGS divulga sua primeira manifestação:

1) Devemos ter em mente o princípio geral de construir uma greve densa, com efetiva paralisação das atividades, possibilitando que docentes, servidores e alunos encontrem espaços de diálogo e manifestação de suas reivindicações. A interrupção do trabalho se dá na medida em que criamos momentos de novos fazeres, com debates e produções culturais que geram enriquecimento em nosso cotidiano acadêmico.

2) Admitimos que a greve pode causar prejuízos graves a servidores, alunos e docentes, bem como a usuários de serviços mantidos pela Universidade, e isto queremos evitar.

Tendo isso em vista, sugerimos duas diretrizes, que podem servir para análise de casos específicos:

1) O prejuízo da não realização de cada atividade deve ser avaliado, e isso pode implicar sua suspensão, realização parcial ou até mesmo realização total. O prejuízo pode ser mais de ordem individual (por exemplo, não ter a sua banca de defesa de TCC, monografia, mestrado ou doutorado realizada e com isso perder possibilidade de nomeação em concurso ou ter sua bolsa cancelada, e assim por diante) ou mais de ordem institucional (a Universidade deixa de receber recursos por não ter enviado algum projeto ou relatório em tempo hábil). Em qualquer uma das situações, deve ser avaliada pelos proponentes ou organizadores a possibilidade de modificar o calendário, seja ele de que instituição for, fazendo contato com ela.

2) No caso de se concluir que determinada atividade deverá ser mantida, ela deve ser realizada como atividade da greve, e enquanto tal deve integrar a agenda da greve da unidade respectiva. Isso implica que nela deve haver espaço para manifestar a pauta e as razões da greve, e a atividade deve implicar um ganho explícito de mobilização dos grevistas (por exemplo, divulgando nossa pauta de reivindicação e a extensão do movimento nacional para aqueles que não tem conhecimento disso, coletando assinaturas de apoio, etc.). Por vezes, a simples não realização das atividades pode implicar em paralisia e absenteísmo, o que devemos evitar, pois greve não se confunde com faltar ao trabalho.

São ideias iniciais, para auxiliar no debate dos casos que começamos a enfrentar. Todas as sugestões são bem vindas, no sentido de aprimorarmos os princípios éticos de nossas atividades de greve.

Ficamos à disposição dos colegas para consulta e diálogo. Mensagens podem ser enviadas para clg.ufrgs@gmail.com ou postadas nas comunidades intituladas http://www.facebook.com/comandogreve.ufrgs e http://www.facebook.com/events/322512394503445/

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: